Por vezes nos deparamos por algumas histórias de maus-tratos contra os animais que não conseguimos compreender como alguém poderia fazer algo tão doentio.

É o caso do cãozinho Petey, um filhote que nasceu com uma deficiência grave e foi descartado em uma lixeira para morrer sozinho.

Ele foi resgatado por pedestres que passavam por ali e ouviram gemidos vindos de dentro do lixo. Levado a uma clínica veterinária, constatou-se que Petey tinha Hipoplasia Cerebelar,

uma rara condição em que uma parte do cérebro apresenta mal funcionamento.

O filhote foi transferido por um abrigo, onde recebeu os cuidados que seus donos não lhe deram.

Após algumas semanas de fisioterapia, Petey conquistou uma certa mobilidade dentro do abrigo (antes ele nem consiga andar direito). Hoje, ele se alimenta sozinho e consegue viver uma vida relativamente independente.

A ONG que acolheu Petey espera que ele seja adotado muito em breve.